Programação

IV Jornada de Arte e Educação do MAR

18 de setembro de 2017 | 9h às 18h10
A IV Jornada de Arte e Educação do MAR tem por objetivo compartilhar práticas educativas desenvolvidas em museus e centro culturais do Rio de Janeiro fomentando, dessa maneira, o pensamento sobre educação como prática de criação e experimentação. Para isso convidamos educadoras/educadores, mediadoras/mediadores, monitoras/monitores, estagiárias/estagiários (ou outras funções correlatas) a participar e inscrever propostas de comunicação que compartilhem experiências e reflexões, bem como, os desafios da educação em museus. 

Histórico
Realizada desde 2014 como parte do programa de formação continuada da equipe de educação do MAR, a jornada é um momento de compartilhamento e trocas de experiências entre educadoras/educadores, fomentando espaços de reflexões sobre a prática e o pensamento do museu como lugar de criação.
Em 2017, abrimos a jornada para um diálogo expandido, convocando os profissionais da área de educação de outras instituições culturais para compartilhar suas experiências, fortalecendo a atuação em rede e as discussões sobre o horizonte e dimensões da profissão.

PROGRAMAÇÃO
9h às 10h -
Credenciamento

10h às 10h20 - Abertura com Janaina Melo - Gerente de Educação do Museu de Arte do Rio

10h20  às 12h - Conferência: Educação em museus como mediação cultural, com Gleyce Kelly Heitor (PE)
Gleyce Kelly Heitor
Educadora e pesquisadora. Atualmente é professora-substituta no Departamento de Museologia da Faculdade de Ciências Sociais, Universidade Federal de Góias (UFG). É licenciada em História (UFPE), mestre em Museologia e Patrimônio (Unirio-Mast) e doutoranda em História Social da Cultura (PUC-RJ). Tem experiência com projetos de mediação cultural, educação e programas públicos em museus. Estando entre os seus principais temas de pesquisa: as relações entre o museu, a arte contemporânea e a educação; as interfaces entre a museologia e o pensamento social brasileiro e as relações entre os museus e os movimentos sociais. Foi coordenadora pedagógica do Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea (2017) e professora de Mediação Cultural na EAV Parque Lage (2017.2). Integrou a equipe de implementação da Escola do Olhar – Museu de Arte do Rio, onde foi assessora e coordenadora pedagógica (2012-2017). Realizou estágio profissional, através do convênio Ibram-École do Louvre, na Sub-Diretoria de Mediação de Sala do Museu do Louvre (2016). Desenvolveu consultoria para a Unesco, realizando processos de formação continuada em mediação cultural, para a Coordenadoria de Museus da Fundação Joaquim Nabuco (2014-2015). Foi educadora pesquisadora no Núcleo Experimental de Educação e Arte do MAM-RJ (2011-2012), coordenadora do Núcleo de Arte e Educação do Museu Murillo La Greca – PE  (2009-2011) e educadora no Instituto Ricardo Brennand – PE (2006-2009).

12h às 13h - Intervalo

13h às 14h40 - Sessão de comunicações 1
>> O que significa o buraco na cama?
Gustavo Barreto de Oliveira
Atua como educador no Museu de Arte do Rio

>> Compartilhamento de experiências: estreitando relações entre o Educativo e a Segurança Patrimonial no Museu da Chácara do Céu
Érika Lemos Pereira
Graduanda em História da Arte na EBA/UFRJ. Desde 2015, se dedica a Educação em Museus. E a partir de 2017, se dedica também a Educação Popular. Atuou na Ação Educativa MBRAC nos projetos de visitas da exposição Um canto, dois sertões: Bispo do Rosário e os 90 anos da Colônia Juliano Moreira e de ação continuada O museu que nós queremos (2015-2016). Atuou na Ação Educativa do projeto Ocupação sendo criança nas visitas descobertas e nas atividades educativas na estação Viagem na Nave (2016). Atua na Ação Educativa MCC no programa de visitas e demais projetos que articulam a recepção do público (2016-2017). Atua no Pré Vestibular Popular Bosque dos Caboclos lecionando a disciplina de Artes com ênfase no ENEM.

>> Férias com Ciência no Museu Nacional
Aline Miranda e Souza
Bacharel em Ciências Sociais(UFRJ) e Licencianda em História (UFF), tem experiência como mediadora e com pesquisa em Educação Museal. Atualmente trabalha na Seção de Assistência ao Ensino (SAE) do Museu Nacional UFRJ.

>> Práticas e saberes compartilhados: relatos de uma mediadora sobre uma exposição infantil
Isis Reis
Atriz graduada em artes e design,mestranda em artes cênicas pela UniRio e também graduada em cinema e audiovisual pela Universidade Federal de Juiz de Fora-MG. É representante do Brasil,na Bienal de Jovens Criadores dos Países de Língua Portuguesa(CPLP) por meio do projeto de arte e educação Patrimônios Móveis.
Mediação: Geancarlos Barbosa

14h40 às 16h20 - Sessão de comunicações 2
>> Manifesta
André Vargas Santos
Granduando de licenciatura em filosofia pela UFRJ, poeta e compositor e educador do Museu de Arte do Rio.

Diego Lopes Xavier
Bacharel e licenciado em História pela UFF e educador do Museu de Arte do Rio.

>> Uma experiência sobre o papel social do Museu em prol da equidade de gênero.
Ademildes Freitas
Bacharel em produção cultural pela UFF. Atualmente é educador no Museu do Amanhã.

Hérica Lima
Formada em História pela Universidade Federal Fluminense, atualmente cursa Direito na UNESA e atua como Educadora no Museu do Amanhã.

Laura Lima
Formada em História pela UERJ, atualmente atua como Educadora no Museu do Amanhã.

Maria Clara Martins
Formada em História pela UFF, atua como Educadora no Museu do Amanhã, onde investiga a relação entre educação e gênero.

>> Presença, Sensível e Poesia: mediar as artes visuais através do gesto
João Paulo Andrade
Filósofo pela PUC- Minas, arte educador desde 2008 tendo atuado em museus e centros culturais de Belo Horizonte e entorno, tais como Casa Fiat de Cultura, Fundação Clóvis Salgado, Instituto Inhotim e Centro Cultural Banco do Brasil. Mestre em Artes pela Universidade do Estado de Minas Gerais com pesquisa na linha de formação, recepção e mediação de artes visuais.
Mediação: Georges Marques

16h20 às 16h50 - Coffee break

16h50 às 18h10  - Sessão de comunicações 3
>> Urna do Sensível
Geancarlos Barbosa
Artista, pesquisador e agente de contato em espaços museais. Atualmente, educador do Museu de Arte do Rio

>> Ler o céu, ler culturas: arte e ciência para a divulgação da astronomia
Ana Maria Amorim
Trabalha com divulgação científica no Museu Ciência e Vida desde 2014. Jornalista (UFV), especialista em Mídia, Informação e Cultura (USP) e mestre em Cultura e Sociedade (UFBA).

>> Contando Mitos: o Teatro como caminho para a interculturalidade no MAST
Gabriela de Assis Costa Moreira
Graduada em licenciatura e em bacharelado em Física pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e discente do curso de Especialização em divulgação e popularização da ciência da Casa de Oswaldo Cruz (COC-FIOCRUZ). Atua como pesquisadora bolsista do Programa de Capacitação Institucional (PCI) do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), onde realiza pesquisa na linha de Cultura científica e Linguagem e coordena a atividade em teatro científico “Contando Mitos”.
Mediação: Diego Xavier

:: Cada comunicação terá duração de 20 minutos, organizadas em mesas temáticas. Cada um com 20 minutos de debate.
:: Será disponibilizado projetor e computador para as apresentações.

Confira o edital completo e inscreva o seu projeto.
Clique aqui para se inscrever como ouvinte.