Programação

[MAR é lugar de criança] Dia da Criança

MAR É LUGAR DE CRIANÇA

SEXTA-FEIRA - 12/10 | 10H ÀS 17H

MAR é lugar de criança é uma programação especial do museu para comemorar o dia da criança. Neste ano contaremos com apresentações teatrais e oficinas especiais para as crianças e suas famílias. 

PROGRAMAÇÃO DO DIA

• 10h às 18h - Entrada Franca e Pipoca gratuita ao som da playlist feita por Santiago Steiner e Lucila Ferrinni, professores do Projeto Guri/ Santa Marcelina Cultural, especialmente para o projeto MAR é lugar de criança!

• 10h às 11h - Oficina de experimentação musical. Com Educadores MAR Maria Rita Valentina e Guilherme Dias. Crianças de 3 a 6 anos. 20 vagas. >> Sem saber ao certo o uso que cada objeto pode ter, toque e desenhe os sons que podem aparecer. Nesta oficina realizada em parceria com o Projeto Guri, exploraremos os sons por meio de objetos inusitados compondo com os ruídos e desenhando músicas no ar por meio de exercícios de sensibilização musical.

Inscrições: http://bit.ly/OficinaSensibilizacaoMusical12

• 11h às 12h e 14h às 15h - Conheça o MAR para crianças e famílias. Com Educadores MAR. >> Visita com até uma hora de duração que oferece visão panorâmica dos espaços do museu em conexão com a história da região portuária e da Pequena África. Integra ainda um percurso cartografado que relaciona um conjunto de trabalhos das exposições em cartaz. No mês de outubro o Conheça o MAR é oferecido especialmente para as crianças e suas famílias. A visita é concluída dentro do pavilhão de exposições de modo que o visitante possa escolher as exposições e os espaços que gostaria de revisitar. O ponto de encontro fica na bilheteria do museu.

• 14h às 16h – O bandolim na escola - Oficina de construção e musicalização com instrumentos feitos de materiais reutilizados. Com Educadores MAR Eliã de Almeida e Jessica Hipólito e os professores Santiago Steiner e Lucila Ferrinni, do Projeto Guri. Crianças a partir de 6 anos. 20 vagas. >> Caixas de fósforos, latões, moedas e panelas, incorporando simples objetos do cotidiano o samba desenvolveu ao longo da história um imenso repertório de instrumentos. Nesta oficina construiremos nossos próprios instrumentos partindo de objetos reutilizados para experimentarmos os ritmos coletivamente a partir da composição Bandolim na escola, de Jacob do bandolim. A oficina termina com uma participação na apresentação do Grupo Regional de Choro Infanto-juvenil do Projeto Guri/Santa Marcelina Cultural. 

Inscrições: http://bit.ly/OficinaConstrucaoDeInstrumentos

• 16h - Apresentação musical com o Grupo Regional de Choro Infanto-juvenil do Projeto Guri/Santa Marcelina Cultural. Integrante dos grupos Infantis e Juvenis do Projeto Guri – que oferece um ciclo completo de formação musical integrado a um projeto de inclusão sociocultural a crianças e jovens – o Grupo Regional de Choro é integrado por 12 jovens entre 16 e 20 anos e dedica-se exclusivamente à música brasileira, em especial ao choro. O repertório preparado para a apresentação “Celebrando Guri, Celebrando Jacob”, comemora o centenário de Jacob do Bandolim e traz clássicos do compositor como O bandolim da escola, Doce de coco, Murmurando e Noites Cariocas, ao lado de composições coletivas de alunos e ex-alunos do Grupo, festejando também a história do jovem conjunto. Integrantes Luis Fernando Rodrigues, tuba; Natã Santos, trompete; Lucas Barreto, sax tenor; Nathan Melo, sax alto; Samuel Queiros, clarinete; Milena Duarte, flauta; Lucas Lyra, bandolim; Igor Neva, cavaco; Kevin Augusto, violão; Victor Santos, violão; Douglas Afonso, percussão; Luckman Muniz, percussão; Lucila Ferrini, professora; Santiago Steiner, regente.

17h - Apresentação musical/teatral Fuzuêzinho. Com a Companhia de Aruanda. >> Espetáculo educacional e interativo com dança, música ao vivo e contação de história que apresenta uma mistura das manifestações culturais do Brasil permeadas fortemente pela herança negra. Nas apresentações o grupo percorre ritmos como Jongo, Coco, Ciranda, Ciranda de Tarituba, Boi, Samba de roda e Maracatu de Baque Virado. Embalados pela voz de Lucio Sanfilippo e a dança dos brincantes da Companhia de Aruanda, com a direção musical de Thiago da Serrinha, todo o público é convidado a entrar na brincadeira e participar de uma grande festa popular.