Programação

V Jornada de Educação e Relações Étnico-Raciais do MAR

21 a 23 de novembro de 2017 | 16h às 20h30
Como parte das atividades anuais do Programa de Formação com Professores da Escola do Olhar, a Jornada de Educação e Relações Étnico-Raciais integra a programação do Museu de Arte do Rio dedicada ao mês da Consciência Negra e vem sendo, desde sua primeira edição, um espaço para trocas e compartilhamento de experiências entre professores e educadores comprometidos com práticas educativas desenvolvidas a partir da reflexão sobre como a arte e a cultura podem contribuir para a construção de uma educação democrática, inclusiva, plural e sem racismo.

A programação da jornada é composta de apresentações de pesquisas, projetos e trabalhos em desenvolvimento ou já realizados em espaços escolares e não escolares de educação, além de palestras de convidados que dialogam com os campos da educação, cultura, arte, literatura, direitos humanos, culturas indígenas e história da África.

Inscrições aqui.

>> PROGRAMAÇÃO
Terça-feira | 21 de novembro
16h - 18h | Apresentação de comunicações de professores e pesquisadores, com o tema Educação e Relações Étnico-Raciais

16h - 16h15 | A iconografia no estudo da escravidão urbana no Rio de Janeiro | Cláudia Freire Vaz (Doutora em psicologia social pela UERJ/Professora da UNESA)

16h15 - 16h30 | Recortes Temáticos na Reserva Técnica do MAR | Geancarlos Barbosa (Bacharel em Artes Visuais pela UFBA, Educador do Museu de Arte do Rio), Georges Marques (Licenciado em Artes Visuais pela UERJ, Educador do Museu de Arte do Rio), Diego Xavier (Licenciado/Bacharel em História pela UFF, Educador do Museu de Arte do Rio), Shari Almeida (Museóloga pela UNIRIO, Museóloga do Museu de Arte do Rio)

16h30 - 16h45 | Super-heróis negros: Referências para a educação das relações étnico-raciais, história e cultura afro-brasileira e africana | Fernanda Pereira da Silva  (Mestranda em Relações Étnico-Raciais CEFET)

16h45 - 17h | Diversidade Cultural na Educação Física Escolar | Bruno Rodolfo Martins (formado em Educação Física pela UFRJ / professor da Escola Municipal Waldemiro Potsch)

17h - 17h15 | NEABIs na luta contra o silenciamento das questões étnico-raciais nas instituições públicas: compartilhando uma experiência | Aline da Silva Azevedo de Carvalho (colaboradora NEABI/Prof IFF) e Mendel Cesar Aleluia (coordenador do NEABI/Prof IFF)

17h15 - 17h30 | A educação escolar indígena do povo Guarani M’Bya uma visão etnomatemática | Bárbara Marinho ( Discente do Programa de Mestrado em Educação Agrícola da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro-UFRRJ)

17h30 - 18h | Debate

18h - 18h30 | Coffee break

18h30 - 20h30 | Palestra: Por que aprender e ensinar relações étnico-raciais na escola?, com Edson Kayapó (UFBA)
Edson Kayapó
É doutor pelo programa pós-graduado em Educação: História, Política, Sociedade, na PUC-SP, com pesquisa financiada pelo CNPq e CAPES (2012), sob orientação da professora doutora Circe Maria Fernandes Bittencourt. É mestre em História Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, com financiamento do CNPq (2008), sob orientação da doutora Heloísa Cruz. É Graduado em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (1997), com pós-graduação lato sensu (especialização) em História e Historiografia da Amazônia, pela Universidade Federal do Amapá (2000). Atualmente é professor efetivo do Instituto Federal da Bahia (IFBA), atuando na docência em licenciaturas e cursos técnicos, estando atualmente na Coordenação da Licenciatura Intercultural Indígena naquela Instituição, além de estar na coordenação adjunta da Ação Saberes Indígenas na Escola (MEC/SECADI).

Quarta-feira | 22 de novembro
16h - 18h |
Apresentação de comunicações de professores e pesquisadores, com o tema Educação e Relações Étnico-Raciais

16h - 16h15 | No bosque da Dona Aurora e o tempo dos leões | Gabriela de Assis Costa Moreira (Graduada em bacharelado e Licenciatura em Física pela UERJ / Pesquisadora bolsista do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) e  Carina do Nascimento d'Ávila (Mestre em Educação / Pesquisadora bolsista do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST))

16h15 - 16h30 | As aulas de educação musical e a construção de uma perspectiva positiva sobre a identidade afro-brasileira | Priscilla Hygino R. da S. Donato (pós-graduanda no Programa de Residência Docente-Colégio Pedro II e do curso de Especialização em Histórias e Culturas africanas e afro-brasileiras-IFRJ/ Professora da Escola Municipal CIEP Dr. Adão Pereira Nunes)

16h30 - 16h45 | Projeto em Africanidade na Dança Educação - PADE/UFRJ | Alexandre Carvalho (Graduado em Educação Física pela UNISUAM/ Professor Auxiliar da UFRJ)

16h45 - 17h | Performances Negras em Foco: diálogos e práticas antirracistas na escola básica | Lêda Boaventura (Doutoranda do Programa Interdisciplinar de Linguística Aplicada - UFRJ e professora da Escola Municipal Cel PM Flávio Martins Albuquerque)

17h - 17h15 | Em Angola tem, na Vila Kennedy também | Mariane Del Carmen da Costa Diaz (Mestre em Educação)

17h15 - 17h30 | Rompendo a hegemonia epistemológica do ambiente escolar: o poder dos Orixás | Maya Inbar (Mestre em Artes Visuais pela Goldsmiths College - Londres/ Professora do Colégio de Aplicação da UFRJ)

17h30 - 18h | Debate

18h - 18h30 | Coffee break

18h30 - 20h30 | Palestra:  Exu e a Pedagogia das Encruzilhadas: sobre Conhecimentos, Educações e Pós-Colonialismo, com Luiz Rufino (UERJ)
Luiz Rufino
É Doutor em educação pelo PROPED/UERJ (2017), mestre em educação (2013) e graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2010). , atuando principalmente nos seguintes temas: conhecimentos, educações e linguagens outras. Crítica Decolonial, antirracismo, processos de formação em diferentes contextos educativos, processos identitários, outras pedagogias e educações nas culturas populares.

Quinta-feira | 23 de novembro
16h - 18h | Apresentação de comunicações de professores e pesquisadores, com o tema Educação e Relações Étnico-Raciais

16h - 16h15 | Práticas intraescolares na construção de um currículo intercultural na Educação Infantil abrangendo processos identitários étnico-raciais | Regina Albuquerque (Mestre em Educação pela UFRJ e Professora da Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro e da Rede Estadual de Educação do Rio de Janeiro)

16h15 - 16h30 | Boneca Abayomi | Aline Marques (Graduada em Letras Português e Espanhol pela UERJ/ Professora do Projeto Mais Educação na Escola Municipal Azevedo Júnior)

16h30 - 16h45 | A (in)visibilidade do negro nos espaços sociais | Profª Dr.ª Jussara Cassiano Nascimento (UERJ/Colégio Brigadeiro Newton Braga) e Cleonilda Maria Camargo de Abreu (Graduada em Pedagogia pela UERJ e Especialista em História e Cultura Afro Brasileira pela UCAM/ Professora do Colégio Brigadeiro Newton Braga)

16h45 - 17h  | Representatividade e Cultura negra: por um olhar decolonial | Wallace Modesto (Graduado em Letras Português - Espanhol e Literaturas pela UFRRJ / Pós-graduando em Relações Étnico-Raciais no CEFET-RJ) e Viviane Conceição Antunes (Doutora em Letras Neolatinas - Espanhol -  pela UFRJ / Professora de Língua Espanhola na UFRRJ)

17h - 17h15 | Ser negra na sociedade brasileira: estatísticas e textos midiáticos | Fernanda Santos Vallim da Silva (Mestranda no Mestrado Profissional em Práticas de Educação Básica - Colégio Pedro II/Professora do projeto Pré-Técnico da Secretaria Municipal de Educação de Belford Roxo)

17h15 - 17h30 | Escrevivências em Educação - Práticas Pedagógicas na Exposição Conceição Evaristo | Pâmela Cristina Nunes de Carvalho (Licenciada em História e Bacharelanda em História pela UFRJ/ Educadora do Centro de Artes da Maré)

17h30 - 18h | Debate

18h - 18h30 | Coffee break

18h30min - 20h30 | Conferência de encerramento: Passados Sensíveis: metodologias, recursos e estratégias para abordar a história da escravidão e do racismo em sala de aula, com Hebe Mattos (UFF) - CANCELADA
Hebe Mattos
Tem graduação (1980), mestrado (1985) e doutorado (1993) em História pela Universidade Federal Fluminense, com Pós-Doutorado na University of Maryland at College Park (1997) , na UNICAMP (2001) e na Sorbonne - Paris IV (2008). Foi Professor Visitante na Columbia University (Ruth Cardoso Chair, Fulbright/CAPES, 2013/2014), na Universidade Federal de Pernambuco (CNPq, 2013), na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (2004) e na University of Michigan (1996). Atualmente é professora titular da Universidade Federal Fluminense, onde é coordenadora associada do Laboratório de História Oral e Imagem. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: escravidão, abolição, memória, vídeo-história e história oral.