Imprensa

Apresentação | VI Jornada de Educação e Relações Étnico-Raciais do MAR

Museu de Arte do Rio - Escola do Olhar
 
27 a 29 de novembro de 2018
 
 
 
Conheça a Chamada para submissão de comunicações:
 
 
 
 
Faça sua inscrição para curso, laboratórios e como ouvinte das comunicações:
 
 
 
 
APRESENTAÇÃO
 
VI Jornada de Educação e Relações Étnico-Raciais do  MAR
Museu de Arte do Rio - Escola do Olhar
27 a 29 de novembro de 2018
 

Desde a sua primeira edição a Jornada de Educação e Relações Étnico-Raciais do Museu de Arte do Rio tem sido um espaço de compartilhamento de experiências entre profissionais e estudantes comprometidos com práticas artísticas e educativas que visam colaborar com a constituição de uma sociedade democrática, inclusiva, plural e anti-racista no Brasil.

Integrante do Programa de Formação permanente de professores da Escola do Olhar, a Jornada de Educação e Relações Étnico-Raciais chega a sua sexta edição com novo formato. Integrada por curso, mesas de comunicações abertas a professores e educadores, além de laboratórios de criação realizados em parceria com o Núcleo de Cultura e Participação do Instituto Tomie Ohtake, a jornada está aberta a professores e a educadores em geral. 

Entre as novidades está ainda a edição de uma publicação digital, contendo os resumos expandidos das comunicações selecionadas, textos referentes às aulas ministradas no curso, documentos e outros conteúdos produzidos durante os laboratórios de criação - atividades pautadas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana, com base nas Leis nº 10.639/03-MEC (2003) e 11.645/08-MEC (2008).

Tendo como eixos temáticos as questões trazidas pelas exposições “Rio de Samba: resistência e invenção” (Museu de Arte do Rio), e “Histórias Afro Atlânticas” (Instituto Tomie Ohtake) as atividades apostam na interface entre arte contemporânea e educação como instrumento fundamental para a construção de processos educacionais transformadores nos ambientes escolares e não escolares; e ainda na potência dos espaços culturais como lugares de formação, fontes de pesquisa e reflexão.

Izabela Pucu
 
Coordenadora de Educação

Museu de Arte do Rio - Escola do Olhar
 
 
Faça sua inscrição para curso, laboratórios e como ouvinte das comunicações no link: http://bit.ly/JornadaDeEducacao27
  
 

PROGRAMAÇÃO

27/11 – Curso    

O primeiro dia da VI Jornada de Educação e Relações Étnico-Raciais do MAR se dedica inteiramente a formação teórica, por meio de aulas expositivas e mesas de debate o curso visa apresentar referências, ferramentas e estratégias de atuação a partir das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. 

10h às 12h30 - Aula de abertura 

Aula de abertura com Rosineide Cristina Freitas (Professora, CAP Uerj) Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana

12h30 às 14h 

Intervalo

14h às 16h30 - Aulas

Samba e diáspora - Maurício Barros de Castro (historiador, PPGArtes Uerj)

Arte, patrimônio e memória da escravidão - Milton Guran (Antropólogo)

16h30 às 17h

Coffee Break

17h30 - 19h - Mesa de debate: espaços culturais como lugares de pesquisa e reflexão

Museu Afrodigital Rio de Janeiro (UERJ) 

Instituto Pretos Novos, 

Centro Cultural Pequena África (CCPA), 

Quilombo Pedra do Sal 

28/11 - Mesas de Comunicações 

Parte fundamental da Jornada, as mesas de comunicação são espaços de compartilhamento no qual professores e educadores apresentam suas pesquisas e experiências voltadas para a afirmação da diversidade cultural e promoção das relações étnico-raciais na educação, com base nas leis nº 10.639/03 e nº 11.645/08. As comunicações são abertas a todas as disciplinas e segmentos escolares, bem como práticas de educação popular, social, museal ou de outros campos.  Cada mesa será composta por 3 comunicações de até 30 minutos, totalizando 18 comunicações.

10h-12h  

Mesa 1 e mesa 2

14h-16h 

Mesa 3 e mesa 4

16h – 16h30 

Coffee break

16h30 – 18h30 

Mesa 5 e mesa 6

29/11 - Laboratórios  de criação, com André Vargas, Divina Prado, Jessica Hipólito, Jordana Braz.

O Laboratório de criação é um encontro para elaborar e debater práticas pedagógicas, tomando a arte e a cultura como ferramentas para o desenvolvimento de proposições que fomentam a diversidade e o conhecimento das heranças culturais dos povos tradicionais. Os laboratórios serão desenvolvidos por meio da colaboração entre a Escola do Olhar e o  Núcleo de Cultura e Participação do Instituto Tomie Ohtake, a partir das principais questões e eixos curatoriais de duas exposições: “Rio de Samba: resistência e invenção” (Museu de Arte do Rio), e “Histórias Afro Atlânticas” (Instituto Tomie Ohtake).  O encontro tem 3h de duração e será oferecido em dois horários no mesmo dia, no período da manhã e da tarde.

10h às 13h 

Primeira turma com 30 vagas

15h às 18h

Segunda turma com 30 vagas