E75C2269-25EE-4C44-8649-D842B506E0E2 Created with sketchtool.
A+
40F48D74-0ABB-49BA-A923-C60ABF051698 Created with sketchtool.


ABERTURA: 12 DE NOVEMBRO DE 2022

ENCERRAMENTO: 26 DE FEVEREIRO DE 2023

A mostra individual Agnaldo Manuel dos Santos – A conquista da modernidade apresenta mais de 70 esculturas de madeira produzidas pelo artista negro baiano durante sua carreira.

Agnaldo nasceu na Ilha de Itaparica, na Bahia, em 10 de dezembro de 1926, local onde viveu até 1946. Em 1947 ao procurar um emprego na região do Porto da Barra, conheceu o artista Mário Cravo Júnior e se tornou vigia do seu ateliê e em seguida seu assistente. Foi apenas por volta de 1953 que Agnaldo se tornou artista, mais especificamente, um escultor de madeira.

Formado no ateliê mais importante da Bahia na década de 50, Agnaldo foi um artista único na história da arte moderna brasileira e fez escolhas conscientes na sua produção, subvertendo o lugar de “artista popular” no qual muitos críticos o colocavam.

Na mostra estão reunidas obras de museus e coleções privadas que resgatam seus múltiplos interesses nas formas, temas e referências, explorados em esculturas nos seguintes eixos: “Esculpindo uma Trajetória”, “O Universo das Carrancas”, “Sobre Gente e Afeto”, “A África de Agnaldo” e “Entre Santos e Ex-votos”.

A mostra é uma parceria com a Almeida & Dale Galeria de Arte e tem curadoria de Juliana Bevilacqua.