E75C2269-25EE-4C44-8649-D842B506E0E2 Created with sketchtool.
A+
40F48D74-0ABB-49BA-A923-C60ABF051698 Created with sketchtool.


ABERTURA: 10 DE DEZEMBRO DE 2022

ENCERRAMENTO: 26 DE FEVEREIRO DE 2023

“O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia”

Com um legado que atravessa gerações, Clara Nunes é uma das cantoras mais importantes da música brasileira. Essa exposição em sua homenagem apresenta ao público uma leitura contemporânea da artista e aborda a relação dela com o Rio de Janeiro, em especial a região da zona portuária.

A mostra narra a trajetória da cantora a partir de fotografias de Wilton Montenegro e explora a relação da artista com o Rio de Janeiro e a religiosidade afro-brasileira em cerca de 50 imagens.

Com atenção especial à estética afro-brasileira, a mostra também explora a conexão de Clara Nunes com o Jongo da Serrinha, a Escola de Samba Portela, além de sua viagem à Angola, apresentando assim uma visão ampla da trajetória da artista.

A mostra tem curadoria de Marcelo Campos, Curador-Chefe do MAR, Amanda Bonan, Gerente de Curadoria do MAR e Marlon de Souza, Curador do Instituto Clara Nunes.