E75C2269-25EE-4C44-8649-D842B506E0E2 Created with sketchtool.
PT
A+
40F48D74-0ABB-49BA-A923-C60ABF051698 Created with sketchtool.
4DB661F4-66CF-4EB3-963C-E4EBDDB94A68 Created with sketchtool.


Rio – Uma paixão francesa

O Museu de Arte do Rio – MAR traz à cidade uma seleção de 75 fotografias e vídeos que, provenientes dos acervos das mais respeitadas instituições francesas – Centre Georges Pompidou, Maison Européenne de la Photographie (MPE), Société Française de la Photographie e Musée Nièpce –, retratam o Rio de Janeiro por ângulos originais e singulares. Rio – Uma paixão francesa reúne registros feitos por artistas como os brasileiros Marc Ferrez, Augusto Malta e José Oiticica, os franceses Raymond Depardon e Vicent Rosenblatt, o marroquino Bruno Barbey e o romeno Ghérasim Luca, entre outros expoentes da produção fotográfica do século 19 à atualidade.

A exposição, que faz parte das comemorações do aniversário de 450 anos da cidade e abre a programação oficial do FotoRio 2015, tem a curadoria assinada por Jean-Luc Monterosso e Milton Guran, com curadoria-adjunta de Cristianne Rodrigues. Resultado de dois anos de pesquisa, Rio – Uma paixão francesa é dividida em quatro núcleos – Histórico, Modernista, Contemporâneo e Documental – que apresentam ao público imagens raras, obras emblemáticas e o olhar do estrangeiro sobre cenas do cotidiano carioca.

Entre as curiosidades apresentadas estão os retratos de famílias da elite carioca registrados pelo português Joaquim Insley Pacheco e a panorâmica da missa campal pela abolição da escravatura, realizada em 17 de maio de 1888, capturada por A. Araujo de Barros. Um dos primeiros expoentes brasileiros do modernismo na fotografia, José Oiticica, aparece ao lado de outros nomes do movimento como Emanuel Couto Monteiro e Sylvio Coutinho Moraes. Outros destaques são as fotografias de Raymond Depardon, um dos principais artistas franceses na atualidade, e o trabalho de Vincent Rosenblatt sobre a cultura funk na cidade.

A exposição fica em cartaz entre 14 de abril e 9 de agosto. No dia da abertura, às 15h, acontece uma Conversa de Galeria com a participação de Pedro Vasquez, Cristianne Rodrigues, Rogério Reis, Kátia Maciel e Bruno Bardey. No dia 16, às 15h, é a vez de Jean-Luc Monterosso falar com o público.

A EDF Brasil patrocina essa exposição por meio da Lei de Incentivo à Cultura (Rouanet).

A exposição pretende apresentar uma seleção de obras com a imagem do Rio de Janeiro dos acervos de instituições francesas até hoje nunca expostas na cidade.