E75C2269-25EE-4C44-8649-D842B506E0E2 Created with sketchtool.
PT
A+
40F48D74-0ABB-49BA-A923-C60ABF051698 Created with sketchtool.
4DB661F4-66CF-4EB3-963C-E4EBDDB94A68 Created with sketchtool.


Invenção da histeria: Charcot e a iconografia fotográfica da Salpêtrière

Georges Didi-Huberman

Partindo do fascínio exercido pelas fotografias de pacientes histéricas que compõem a iconografia do asilo La Salpêtrière, publicada em Paris entre 1875 e 1880, Georges Didi-Huberman abre, neste que foi seu primeiro livro, as vias que serão exploradas ao longo de toda a sua obra.

Os clichês do célebre hospital apresentam uma “visibilidade extrema” e quase escandalosa, permanecendo contudo indecifráveis. A dor e o gozo dessas pacientes são expostos em imagens por vezes atrozes e muitas vezes belas, enigmáticas, sedutoras. Sob esse foco, a histeria talvez seja uma arte.

Compre aqui